A energia sexual desassociada do sexo

Os trabalhos com as massagens tem como principal objetivo despertar a consciência do potencial bioelétrico do nosso corpo. A pulsação do coração, a queima de oxigênio pelas células, diversos processos do nosso metabolismo geram energia no nosso organismo. Um deles, inclusive, é o orgasmo, que nada mais é do que uma reação neuro-muscular que, dados certos estímulos, vai acumulando energia nos músculos até atingir um ponto de não sustentação. A energia então é liberada e o orgasmo acontece.

E é um erro nosso pensar que o orgasmo está vinculado unicamente aos estímulos sexuais. Na verdade, ele pode ser sentido pelo corpo todo, uma vez que os estímulos corretos sejam aplicados. É possível ainda encadear diversos grupos musculares na sensação orgástica, tornando-a mais prolongada, inclusive com efeitos terapêuticos.

Um terapeuta tântrico lida com uma energia muito intensa e em uma linha muito sutil. Toda a população é (des)educada de maneira completamente neurótica quanto à sexualidade. Existe muito preconceito, muito tabu, muito pecado e pouquíssima informação de qualidade pra quem busca uma relação mais saudável com a sua energia sexual. É normal que, sempre que falemos em genitais ou energia sexual as pessoas associem imediatamente a ideia de que irão ter uma relação sexual com o terapeuta. É comum; só mostra como somos educados de maneira extremamente limitada quanto à nossa sexualidade. O Tantra apresenta uma visão amoral e científica da coisa, usando toda a energia produzida pelo corpo como instrumento meditativo e de elevação da consciência. É isso que acontece em uma sessão de massagem tântrica assim que você conseguir ultrapassar a barreira das fantasias, do fetiches vazios e inacabáveis que só alimento a sexualidade mental e desligam todo o restante do corpo da sua experiência.

Lidar com a energia sexual em um contexto meditativo, receptivo, é algo que irá transformar a relação de todo o seu corpo com a sua sexualidade. E isso não tem nada a ver com sexo. O sexo não transforma nada; ele reprime. Reprime pois o compreendemos de maneira moralista, cheia de ideais, de poses perfeitas, de anatomias cinematográficas e quantas firulas mais a criativa indústria pornográfica for capaz de inventar.

Sair da cabeça e ir para o corpo, para o coração. Pensar menos e sentir mais a sua energia sexual, intensificá-la até o nível terapêutico e transformador. Essa é a proposta de um tratamento com massagem tântrica.

Mais informações entrar em contato.